Entenda como fazer um plano de negócios para a sua loja e esteja pronto para empreender com eficiência!

Mesmo que sua loja já esteja estabelecida ou se você está para abrir sua própria empresa, ter um plano de negócio é imprescindível para o seu sucesso, e se você ainda não tem um, chegou a hora elaborá-lo.

Nossa contabilidade possui rica experiência no segmento de lojas e tem trazido diversos benefícios aos negócios atendidos por nós, o que inclui a geração de importantes relatórios, que mostram diversos cenários à sua empresa, evidenciando deficiências para traçar as melhores estratégias, metas e novos objetivos para inclusão em um plano de negócio de loja.

Então, se você precisa saber como fazer um plano de negócio para sua loja, estamos aqui para te ajudar.

Vamos lá?

O que é e como fazer um plano de negócios para loja?

Um plano de negócio para loja é o documento que irá colocar as suas ideias do papel e te ajudar a estruturar o seu negócio com segurança, ou seja, é nele que serão descritos os objetivos de seu negócio e quais etapas são necessárias para alcança-los.

Assim, o plano de negócio fica responsável por entender a situação externa de sua loja e prepará-la para as oportunidades e ameaças do mercado.

Ao mesmo tempo, o plano de negócio compreende as necessidades internas da loja, destacando as forças identificadas em seu modelo de negócio e aprimorando as fraquezas, a fim de que não afetem o seu desempenho.

Entendeu?

Então, para te auxiliar, confira abaixo os principais pontos para que você possa fazer um plano de negócio para sua loja que seja eficiente e, assim, abra sua empresa de modo realmente efetivo!

Posicionamento de mercado

Um dos pontos mais importantes ao estruturar um plano de negócio para loja é o posicionamento de sua empresa.

Tanto em questões relacionadas a percepção do cliente quanto a localidade, é extremamente importante saber como as pessoas enxergam esse mercado em que você atua ou vai atuar.

Definição do seu público-alvo

Dentre os fatores externos que determinam o seu plano de negócio para loja, a definição e pesquisa de um público-alvo é o que visa impactar diretamente os seus fatores internos.

Então, ao elaborar o plano de negócio para sua loja, identifique quais são as necessidades, as vontades, as dores e dificuldades dos seus potenciais clientes e elabore uma abordagem efetiva, que realmente converse com o que seus clientes procuram, seja através do atendimento, do produto, da infraestrutura do negócio ou de todos esses elementos juntos.

O plano financeiro

Dentro do plano de negócio da sua loja, deverá constar também onde os recursos serão investidos:

  • Móveis.
  • Máquinas e equipamentos de escritório.
  • Softwares.
  • Salários, etc.

É nele também que será feito o cálculo do ROI (Retorno sobre Investimento) para você projetar a lucratividade da sua loja com base em informações de demanda, custo e preço.

Além disso, o plano de negócio é uma oportunidade que você tem de escolher a melhor opção tributária para sua loja que, uma vez definida de forma errada, interfere negativamente no seu fluxo de caixa, por exemplo, então fique atento(a)!

Portanto, fazer o plano de negócio para sua loja é, sem dúvida, um dos passos essenciais para prever, programar, organizar, coordenar e controlar o seu negócio.

Parece muito trabalho, mas nossa contabilidade especializada em lojas está aqui para te ajudar com todo conhecimento e expertise que possuímos nesse segmento.

É necessário estruturar o caminho de sua empresa. – Um caminho bem traçado, certamente, te leva a grandes lugares, que, nesse caso, é se destacar no mercado, crescer e alcançar o sucesso.

Vamos conversar?

Confira Nossos ServiÇos Min 1 - Contabilidade em Goiânia Goiás | WR Contabilidade e Consultoria

Quer saber como abrir uma loja de sucesso? Nós preparamos um passo a passo para você!

Ter uma loja de sucesso é o grande sonho da maioria dos empreendedores que decidem atuar nesse ramo comercial, mas nem só de sonhos vive o homem ou a mulher, certo?

Para tal, é preciso estabelecer ações assertivas, envolvendo condições de aperfeiçoamento e atendimento de qualidade em todos os sentidos, além de ter uma contabilidade assertiva para que as despesas não ultrapassem as receitas.

Compreendido até aqui?

Por isso, hoje, você poderá conferir o passo a passo e descobrirá como fazer um plano de negócios . Vamos conferir?

Passo 1 – Como abrir uma loja?Análise o mercado

Não dá para entrar em um mercado sem antes entendê-lo, ou ter algumas noções precisas sobre ele, do contrário seu negócio pode não vir a dar certo pelo simples motivo de você não ter informações referenciais importantes a respeito.

Na análise de mercado você pode observar muitos critérios importantes sobre um nicho em questão, sabendo inclusive sobre a relevância dos produtos desse mercado em especial para a população.

Passo 2 – Definição do tipo de produto e público-alvo

  • Quem são as pessoas que podem comprar do seu mercado e da sua loja?
  • Qual é o poder aquisitivo que esse público tem?
  • Qual é a frequência que esse público compra esse produto, por exemplo?

Todas essas informações serão extremamente importantes para a escolha do produto e também para o entendimento do público-alvo, que precisará de auxílio para estar cada dia mais qualificado no desenvolvimento do seu negócio.

A sua empresa precisa ter todo esse entendimento, porque, se não, terá dificuldades em poucos meses após sua abertura.

Passo 3 – Ponto para funcionamento do negócio

O ponto de localização da sua empresa é outra questão de grande importância, pois não adianta ter uma loja linda e bem decorada se você não tiver estudado os benefícios de ter um ponto estabelecido naquela área.

Se faça as seguintes perguntas a respeito sobre o ponto de localização de uma empresa:

  • A loja fica fácil de ser localizada por quem passa na região?
  • O acesso à loja é tranquilo?
  • Há estacionamento? Lembre-se que muitas vezes, por não ter estacionamento, o cliente desiste de ir comprar na sua loja, pois o estacionamento é um ponto de amparo para que ele se sinta confortável e seguro. – Sobre essa questão basta imaginar: Se existem duas lojas, uma próxima da outra. Uma delas tem estacionamento e outra não, sendo o acesso mais longo e difícil, qual você escolheria? A resposta é tão simples que nem precisa ser colocada aqui, certo?

Passo 4 – Trabalho contábil, fiscal e econômico

Esses serviços jamais podem ser esquecidos se você quiser ter um ponto de equilíbrio em seu negócio.

Saiba que sem uma boa gestão contábil, financeira e fiscal, além de pagar muito caro em impostos, você ainda pode ter uma série de prejuízos, que poderiam muito bem serem evitados tendo esse tipo de amparo.

Portanto, não deixe para depois para estar seguro, é preciso atitudes assertivas, então não erre e fale conosco agora mesmo, que logo iremos te responder e ajudar!

Vamos lá?