Algumas vez já se pegou com a seguinte dúvida: o que é o Lucro Real?

Sendo o regime tributário mais complexo da legislação brasileira, é preciso ter cuidado quanto às decisões e apurações realizadas nesse conjunto de leis regulamentadoras. Uma vez que a classe empresarial brasileira, enfrenta grandes prós e contras com o rigoroso enquadramento desse regime.

Por isso, neste artigo, nosso escritório contábil para empresas de diversos portes e nichos focará no conceito, definição, prós e contras do Regime Tributário Lucro Real, entendendo assim a importância do contador no planejamento tributário empresarial, como solução agregadora de valor aos negócios!

Vamos lá?

Confira Nossas Especialidades - Contabilidade em Goiânia Goiás | WR Contabilidade e Consultoria

O que é o Lucro Real

Se trata de um dos regimes de tributação mais complexos existentes. Assim, por meio dele, as contribuições do CSLL e do IRPJ são determinadas com base no lucro líquido obtido pela empresa.

O que significa dizer que, no Lucro Real, a tributação deverá ser calculada, levando em conta o lucro líquido obtido pela empresa no período de apuração fiscal. Sendo que, nesse caso, que contar com uma contabilidade especializada – o que também pode ser denominada como contabilidade real – se torna tão importante, visto que, em muitos casos, é preciso saber quando acrescentar ou abater possíveis valores para que a empresa não fique no prejuízo e em desconformidade com o Fisco.

Que tipos de empresas devem ser incluídas no Lucro Real?

  • Primeiro, toda empresa com faturamento anual superior a R$ 78 milhões.
  • Empresas que trabalham com sistema financeiro, como caixas econômicas, bancos, cooperativas de créditos, empresas de seguros, sociedade de créditos etc; devem estar incluídas, independe de seu faturamento.
  • Todas as empresas onde seus lucros tiverem ganhos de capital vindos do exterior.
  • Empresas de factoring.
  • Empresas com benefícios fiscais, onde haja redução ou isenção de impostos. 

Quais são os prós e contras do Lucro Real?

Vantagens do Lucro Real:

  • Há possibilidades de compensação de prejuízos fiscais.
  • Pode-se aproveitar créditos do COFINS e PIS.
  • Pode-se fazer uso da apuração trimestral ou anual.
  • Nos casos em que a empresa ficar em prejuízo fiscal, não há obrigatoriedade de contribuição.
  • Se trata de uma tributação mais justa, pois leva em conta a real situação da empresa e de seus resultados financeiros. 

Desvantagens do lucro real:

  • Se faz necessária uma gestão contábil bem assessorada, a fim de evitar erros e penalidades.
  • Maior burocracia com a gestão de documentos fiscais.
  • Maior volume das obrigações acessórias.
  • Demanda rigorosa de controle contábil.
  • Apesar de haver alíquotas um pouco maiores para PIS e COFINS, entram outras vantagens nos contextos de permissão de créditos.

Portanto, assim como muitas empresas podem ter seus benefícios e desvantagens com outros tipos de regimes, com este não é muito diferente. 

O que queremos dizer é que em todos os casos é sempre importante “pesar” todas as vantagens e desvantagens para encontrar o regime tributário que melhor irá favorecer o seu ponto de equilíbrio empresarial!

Por isso, se você quer atuar com maior segurança, tendo uma assessoria e gestão adequadas, conte conosco! Estamos bem preparados para melhor atender a você, fazendo-o prosperar! 

QUERO FALAR COM UM ESPECIALISTA EM LUCRO REAL

 

Recomendado só para você!
Com certeza você já deve ter ouvido falar sobre a…