Fique por dentro das novas regras e prazos para declaração do IR 2021

Saiba como fazer a declaração do IR 2021 de forma impecável

Depois de um ano complicado e que promoveu uma forte crise econômica, certamente você ficou mais forte, até mesmo porque conseguiu proteger da melhor forma possível a sua empresa e evitou o pior – a falência – que, infelizmente, ocorreu em inúmeros negócios pelo país.

Agora é a hora de pensar na retomada econômica para voltar a crescer de forma organizada, não é mesmo?!

Pois é, já estamos no terceiro mês de 2021 e todos os holofotes estão voltados para a declaração do IR 2021, com novas regras e prazos, inclusive.

Sabemos que você não considera este o melhor assunto para tratar, mas o fato é que precisa entender que é extremamente necessário para deixar tudo em ordem tanto na sua vida pessoal quanto na sua empresa.

Então, por isso mesmo pensamos neste tema para falar os principais pontos do IR 2021 e te mostrar como declarar do jeito certo, de modo que você não tenha problemas futuros.

Portanto, sem maiores floreios, vamos ao nosso assunto principal!

IR 2021: Saiba tudo!

É impressionante o quanto o IR 2021 deixa as pessoas confusas e assustadas, principalmente quando os prazos para a declaração são iniciados.

Sem contar que muita gente negligencia – isso não é aconselhável – e, praticamente, deixam para a última hora, sendo que quando não há um auxílio de alguém que entenda do assunto, acabam ficando expostas a possíveis erros e inconsistências.

Mas como a ideia aqui é te mostrar como declarar o IR 2021 da maneira correta, é isso que iremos fazer a partir de agora.

Bom, o primeiro ponto que precisamos te falar é a respeito da obrigatoriedade, pois esse aspecto depende de você ter tido rendimentos acima do limite estabelecido.

Com isso, fica obrigado a declarar:

  • Quem obteve rendimentos tributáveis superiores a R$28.559,70;
  • Quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados apenas na fonte, com valores acima de R$40.000,00.

Pronto, agora caso você identificou que – obrigatoriamente – terá que realizar a declaração, precisa entender o passo a passo para declarar.

Saiba, logo abaixo:

  • Acesse o site da Receita Federal;
  • Faça o download do programa DIRPF 2021;
  • Faça a instalação em seu computador;
  • Tenha em mãos a documentação necessária;
  • Preencha as informações com calma e atento aos detalhes;
  • Confira se está tudo certo;
  • Envie.

Vale ressaltar que o prazo para a declaração do IR 2021 é do dia 01 de março até 30 de abril de 2021.

O profissional de contabilidade pode te ajudar

A grande maioria dos gestores se confundem na hora de declarar imposto de renda e quando decidem declarar sem o apoio de um contador, mal sabem que podem gerar problemas futuros.

Entendemos a complexidade do assunto, ainda mais por saber que você possui inúmeras outras obrigações e atividades no dia a dia, o que te impede de parar tudo para entender todos esses trâmites do IR 2021;

Então, por que não contar com um suporte contábil especializado para te auxiliar com isso e, inclusive, com as demais demandas contábeis da sua empresa?

Essa decisão, certamente, vai impactar positivamente em todo o seu negócio e te proporcionar muito mais tranquilidade.

Conte com a WR!

Nós, da WR, somos uma contabilidade especializada em empresas dos mais variados portes e podemos te auxiliar em tudo o que for necessário para você realizar a sua declaração do IR 2021 de forma adequada e vamos mais além, pois disponibilizamos os melhores profissionais do mercado para gerenciar as suas demandas contábeis com excelência.

Então, não hesite em contar conosco, entre em contato com a gente agora mesmo, bastando apenas clicar no ícone do WhatsApp logo abaixo.

Teremos a maior satisfação em atender você e tirar todas as suas dúvidas.

QUERO AJUDA PARA DECLARAR MEU IMPOSTO DE RENDA

Veja a importância do fluxo de caixa para otimizar as demandas contábeis do seu supermercado

O ramo de supermercados é bastante atrativo quando o assunto é investir em um novo empreendimento e podemos dizer que isso ficou ainda mais consolidado durante a própria pandemia, em que a grande maioria dos setores empresariais teve que fechar as suas portas, enquanto o setor do qual estamos falando teve uma situação inversa, com altos lucros.

Ou seja, amigo(a) gestor(a), estamos falando de uma área que trata de bens essenciais à sociedade, pois proporciona alimentação, higiene e até itens relacionados à saúde.

Pois bem, mas você não deve pensar que tudo isso acontece em um passe de mágica, de forma fácil, até mesmo porque é a sua gestão que fará total diferença no sucesso do seu negócio, principalmente quando você cuida muito bem dos seus bastidores, incluindo a contabilidade e financeiro.

E por falar em contabilidade, o fluxo de caixa para supermercado é um aspecto fundamental dentro do seu organizacional e foi pensando nisso que trouxemos este tema para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto e te mostrar os pontos mais importantes, a fim de que você consiga gerir este recurso com a mais alta excelência em seu negócio.

Portanto, sem mais delongas, vamos ao que interessa!

Saiba tudo sobre fluxo de caixa para supermercado

Bom, fluxo de caixa é um termo bastante comum e utilizado na contabilidade e no dia a dia dentro das empresas, mas será que você saberia conceituar de forma efetiva?

Se não souber, não tem problema, pois a nossa missão aqui é justamente a de te deixar por dentro sobre o assunto.

Fluxo de caixa nada mais é do que o registro de tudo o que entra e sai do seu financeiro e, quando se trata de um supermercado, você bem sabe que a movimentação é bastante intensa.

É justamente o fluxo de caixa para supermercado que proporciona alguns benefícios à sua gestão, como:

  • Maior controle do seu departamento financeiro;
  • Análise de possíveis inconsistências;
  • Possibilidade de resolver erros;
  • Permite total organização das suas finanças.

Seja através de planilhas ou de um sistema efetivo, é imprescindível que você tenha total controle das entradas e saídas financeiras do seu supermercado, para que, com isso, possa gerar relatórios, entender os possíveis gargalos e, assim, proporcionar o crescimento da sua empresa, com lucros consistentes.

A importância da contabilidade

Se é você mesmo quem atua frente às demandas contábeis da sua empresa – como o próprio fluxo de caixa para supermercado -, talvez seja a hora de repensar essa estratégia, até mesmo para proporcionar mais tranquilidade no seu dia a dia.

Um suporte contábil especializado resolve todos os seus problemas, livra o seu negócio de erros contábeis e garante a mais plena conformidade da sua empresa com todas as questões contábeis e legais.

Assim, você consegue focar nas demais atribuições do seu negócio – que são muitas, por sinal.

Conte com a WR!

Nós, da WR, somos uma contabilidade especializada em supermercados e pronta para prestar serviços de excelência para o seu negócio, garantindo os resultados que você tanto almeja.

Somos uma contabilidade completa, que atua desde o próprio fluxo de caixa, até serviços como planejamento tributário, folha de pagamento, relatórios contábeis e muito mais.

Com o nosso time de profissionais qualificados você tem muito mais segurança em saber que as suas demandas contábeis estarão nas mãos de quem, de fato, entende do assunto.

Portanto, não hesite em contar conosco!

QUERO OBTER SUCESSO EM MEU MINIMERCADO

Saiba como fazer um controle de devolução de mercadorias eficiente em seu minimercado e pare de perder dinheiro!

Você sabia que quando você não possui um controle de devolução de mercadorias adequado, poderá estar perdendo dinheiro em seu minimercado? Então leia o nosso artigo, entenda mais sobre o assunto e como ficar longe de situações como essas.

Ter um bom acompanhamento no controle de devolução de mercadorias é essencial para que seu minimercado evite prejuízos decorrentes da perda de produtos.

Através dele você evita perdas para seus clientes e fornecedores, porém o impacto pode ir muito mais além, já que está diretamente ligado à satisfação dos clientes os quais frequentam seu minimercado.

Quer saber mais como adaptar seu negócio e manter um controle de devolução de mercadorias eficiente?

Então basta ler o nosso artigo até o final!

O que podemos entender como devolução de mercadorias?

Existem duas situações de devolução de mercadorias que podem afetar sua empresa.

A primeira acontece quando você devolve algo que veio de forma errada de seus fornecedores, ou com defeito.

Já a segunda situação ocorre quando seus clientes adquirem um produto avariado em seu estabelecimento, compram por engano (principalmente quando a negociação é feita pela internet), dentre outros fatores.

Essa última ocorrência pode gerar também a necessidade de gerar a devolução para seus fornecedores.

Uma das causas comuns de devoluções acontecerem está relacionada à solicitação de garantias.

Nesse sentido, em ambos os casos, é importante manter um controle de devolução de mercadorias adequado, tanto para evitar perda de recursos, ao não recuperar os produtos devolvidos, quanto de clientes, os quais podem se sentir insatisfeitos com o suporte recebido.

Quais os desafios existentes na realização desse controle?

Um dos maiores problemas quando se trata de controle de devolução de mercadorias está em essa ser uma área sem muita movimentação, principalmente em minimercados.

Por conta disso, não é comum se ter um setor específico para tratar diretamente dessas questões.

Ou seja, geralmente quem faz esse acompanhamento pode ser algum responsável pelo setor de compras ou que trabalhe com o controle de estoques.

Então, quando não se tem um acompanhamento adequado, as informações podem acabar sendo perdidas, e isso pode fazer com que você não restitua os itens aos seus clientes, devolva em duplicidade (valores ou produtos) ou mesmo não receba de seus fornecedores as mercadorias ou valores devolvidos.

Além disso, como não costuma ser um processo rotineiro, o registro inadequado de informações sobre o andamento dos processo também pode criar dificuldades para que o controle de devolução de mercadorias aconteça de maneira eficiente. 

Como o controle de devolução de mercadorias deve ser feito para que aconteça de forma eficiente?

Então, para ajudar que você não perca dinheiro quando o assunto é controle de devolução de mercadorias, separamos abaixo algumas dicas úteis:

  • Identifique qual o documento fiscal de origem das mercadorias, seja de compra, junto aos fornecedores, ou vendas aos seus clientes;
  • Também deixe registradas as informações referentes ao documento fiscal usado para fazer a devolução dos produtos;
  • Calcule todos os valores envolvidos na aquisição ou venda dos artigos – isso servirá principalmente no caso em que se conceda ou receba crédito, em vez dos itens;
  • Mantenha um lugar específico para registro de todas informações relacionada à devolução – pode ser um software, planilha;
  • Faça contatos periódicos com seus fornecedores para verificar sobre parecer da análise técnica (no caso de solicitação de garantia) ou posicionamento quanto ao envio de novos produtos ou concessão de créditos referente à devolução;
  • Registre todo o contato que tiver com o cliente ou fornecedor, indicando o dia horário, motivo, qual o retorno naquele dia e o que ficou combinado;
  • Ao receber o crédito ou a mercadoria em substituição, deixe registrada a informação em seus controles;
  • Tratando-se de garantia, caso seja negada, informe ao seu cliente o motivo, bem como deixe anotado em local específico a informação e o motivo, isso também vale quando o produto é recebido de seus fornecedores e repassado para os seus clientes.

Como você pode observar, um controle de devolução de mercadorias feito de forma adequado depende principalmente de três aspectos:

  • Centralização dos dados;
  • Registro de todas informações em local apropriado;
  • Acompanhamento do andamento do processo (principalmente em caso de garantia). 

Nesse contexto, só não vale perder clientes ou recursos de sua empresa por não ter realizado um controle de devolução de mercadorias da forma correta em seu minimercado. 

Entenda como nós, da WRL Consultoria Empresarial e Contábil, podemos ajudar no controle de seu negócio

Percebeu como é importante ter um controle adequado da movimentação do seu negócio?

Isso evita que o dinheiro do seu estabelecimento seja gasto desnecessariamente.

Dessa forma, nós, da WRL Consultoria Empresarial e Contábil, podemos te ajudar a não apenas ter um bom controle de devolução de mercadorias, mas também de todos os números de seu negócio.

Nosso foco é levar soluções as quais permitam melhorar seus resultados e contribuir para que você use seus recursos de forma eficiente.

Quer detalhes sobre como isso é possível?

Então entre em contato com um de nossos especialistas!

QUERO OBTER SUCESSO EM MEU MINIMERCADO

Sua verba é limitada? Descubra como montar um supermercado com POUCO DINHEIRO agora mesmo!

Saber como montar um minimercado com pouco dinheiro pode ser uma tarefa complicada se não contar com a ajuda correta!

Você, certamente, em algum momento de sua vida, já deve ter se perguntado como montar um minimercado com pouco dinheiro.

Um minimercado é uma excelente opção de negócio por conta da facilidade relacionada ao público-alvo, que além de amplo, pode ser encontrado em quase qualquer lugar onde você possa montar o seu negócio.

Para saber como montar um minimercado com pouco dinheiro, você precisará de algum conhecimento específico que te ajude com essa tarefa e muito provavelmente de alguma ajuda especializada.

Mas não se preocupe, neste artigo, traremos algumas informações importantes de como montar um minimercado com pouco dinheiro, pois entendemos que o simples fato de querer montar um negócio ou, mais especificamente, um minimercado, já te capacita para adquirir todo e qualquer conhecimento sobre o negócio.

Como montar um minimercado com pouco dinheiro?

Quando se pensa em como montar um minimercado com pouco dinheiro, você não pode deixar de pensar na economia como principal fator. Sabendo disso, preparamos alguns tópicos para te ajudar nesse sentido, entre eles:

  • Comece com poucos itens;
  • Compartilhe o local;
  • Negocie direto com o fornecedor;
  • Administre o seu negócio.

Entraremos em detalhes sobre cada um desses tópicos para que possamos entender melhor como montar um minimercado com pouco dinheiro.

Comece com poucos itens

Se o propósito é começar utilizando poucos recursos financeiros, precisamos pensar em montar um minimercado com poucos itens, embora itens essenciais. Estamos falando daqueles itens básicos que não podem faltar na casa do seu consumidor. Vale o estudo sobre.

Compartilhe o local

Compartilhar o local pode ser uma grande oportunidade para gastar menos, você pode abrir o minimercado em uma garagem em sua casa ou até mesmo compartilhar com algum outro comércio, contudo o outro negócio não pode ser concorrência em relação à venda dos seus produtos.

Negocie direto com o fornecedor

Negociar diretamente com cada fornecedor pode trazer uma economia bastante significativa, sendo assim, procure negociar valores e prazos, de forma que essa estratégia te faça gastar menos dinheiro.

Administre o seu negócio

Tome todas as atitudes em relação à divulgação do seu mini mercadinho, publique promoções, elabore formas físicas e digitais de chamar a atenção de seus clientes e atenda todos os clientes da melhor forma possível.

A contabilidade pode ser um problema

Não conhecer nada sobre contabilidade pode ser um grave problema para o seu minimercado. A falta de conhecimento específico pode acarretar em despesas a mais com o pagamento de juros e multas, levando o seu minimercado à falência. 

Conte com uma solução especializada

Contar com uma contabilidade especializada em mercado varejista pode ser determinante se você quer montar um minimercado com pouco dinheiro.

Conte conosco, da WR

Se você quer saber como montar um minimercado com pouco dinheiro, conte conosco, da WR Contabilidade & Consultoria, pois somos uma contabilidade especialista em comércio varejista e podemos ajudar o seu minimercado a alcançar o sucesso.

Entre em contato conosco através do nosso website e saiba mais.

QUERO OBTER SUCESSO EM MEU MINIMERCADO

Redução de impostos: também pode ser possível em seu minimercado

Leia o nosso artigo e saiba como enxugar os gastos através da redução de impostos em seu minimercado

Você, que é dono ou gestor de minimercado, o qual entende o peso tributário que sua empresa precisa suportar, sabia que existem alternativas que podem contribuir para a redução de impostos em seu negócio?

E o melhor é que isso pode – e deve – ser feito em total concordância com a lei, o que é essencial para livrar seu negócio de problemas futuros.

Acompanhe o artigo que preparamos especialmente para facilitar a gestão de tributos em seu minimercado e saiba como é possível adotar práticas que permitam redução de impostos.

O que é redução de impostos

A gente sabe que impostos são importantes para o funcionamento da sociedade, já que eles permitem que serviços essenciais sejam realizados, como os relacionados à limpeza pública, segurança e educação.

Porém, é desanimadora para empresários a percepção de que os altos valores pagos não costumam ter o devido retorno à sociedade nos respectivos serviços, obrigando o estabelecimento a desembolsar novamente dinheiro com serviços que seriam de responsabilidade governamental, como, por exemplo, na contratação de empresas de segurança para resguardar seus patrimônios contra o aumento da criminalidade.

Dessa forma, é necessário buscar alternativas lícitas que contribuam para minimizar aquilo que é gasto com tributos, sendo esse o entendimento que podemos ter sobre “redução de impostos”.

Entenda como lidar com a carga tributária em seu minimercado 

Se você que é dono de um minimercado acredita que esse precisa ser um pensamento apenas de gestores de grandes empresas, necessito fazer um alerta sobre o quanto você está enganado…

…Pois parte do seu lucro acaba sendo gasto com o pagamento de tributos e isso afeta diretamente a sua lucratividade e rentabilidade, já que, também, fica muito mais difícil fazer promoções e trabalhar com seu preço quando a lucratividade está sendo consumida por impostos, principalmente em empresas do seu ramo, que costumam ter uma margem de lucro reduzida.

Alternativas que vão te ajudar na redução de impostos em seu minimercado

Bem, agora você deve estar se perguntando: então, o que fazer para promover a redução de impostos em meu minimercado?

A resposta se resume a duas palavras: planejamento tributário.

Talvez você esteja pensando que uma palavra desse porte, bastante técnica, talvez até mesmo cheia de “pompa”, seja algo caro, complexo e longe da sua realidade ou, ainda, desnecessário.

Devo te alertar que não, não é nada disso… Talvez técnica, sim, mas é extremamente importante para gestores que se preocupam com cada centavo que sai da empresa, inclusive aqueles que vão para o governo.

Sem contar que, com certeza, para quem domina, realizar a redução de impostos através do planejamento tributário é algo bastante simples de ser realizado.

Planejamento tributário é um estudo feito por profissionais com conhecimento em tributo que busca identificar qual o regime tributário mais adequado para sua empresa, ou seja, a forma de calcular impostos que representa maior economia ao seu negócio.

Ele deve ser feito respeitando todas as exigências legais, caso contrário, você só terá problemas futuros, principalmente em fiscalizações.

Por isso, é importante que você conte com o planejamento tributário em seu minimercado sempre que quiser alcançar redução de impostos. Reforçamos que é essencial que ele seja feito por um profissional com muito conhecimento na área, a fim de que seu estabelecimento possa usufruir de todos os benefícios que é capaz de oferecer.

WR: o apoio que você precisa para uma gestão tributária de excelência em sua empresa

Então, quando o assunto for redução de impostos, é fundamental que você saiba que pode contar conosco, da WR, pois somos uma empresa contábil especializada em minimercados e podemos te ajudar a encontrar as melhores soluções quando o assunto for tributos, para que o seu negócio possa se desenvolver de forma sustentável.

Para isso, nós contamos com profissionais altamente qualificados, e o investimento que você fará em nosso serviço será de acordo com a complexidade do trabalho existente em sua empresa, ou seja, que caberá perfeitamente no seu bolso (caixa, na verdade, lembre-se que não podemos misturar as contas pessoais com a da sua empresa!!!).

Agora, eu te convido a continuar essa conversa com mais proximidade, queremos entender um pouco mais sobre sua empresa para que a gente possa dizer, em detalhes, quais os benefícios que você terá ao contar com nossos serviços. 

Quando o assunto for redução de impostos, nós, da WR, simplificamos isso para você!

Você só precisa entrar agora em contato conosco, clicando no canto inferior direito da nossa página. Aguardamos o seu contato!

QUERO OBTER SUCESSO EM MEU MINIMERCADO

Transforme os números de seu minimercado com uma contabilidade de excelência

Saiba como uma boa contabilidade para minimercado em Goiás pode alavancar o seu negócio de uma forma extraordinária.

Você conhece aquele famoso minimercado de bairro, onde você corre para comprar os itens que faltam para fazer aquele bolo? Bom, hoje vamos falar sobre como abrir um minimercado lá no seu bairro em Goiás e, pra isso, você vai precisar saber como funciona uma contabilidade para minimercado em Goiás.

Como todo tipo de negócio, não é fácil montar esse tipo de mercado, mas não é impossível, principalmente se você contar com uma boa contabilidade para minimercado em Goiás.

Eles vendem itens de necessidade básica do consumidor, para atendê-lo no dia a dia de emergências em sua casa.

Hoje as famílias vão se modernizando a ponto de não fazerem mais aquelas famosas compras do mês. Atualmente, as idas ao mercado são mais frequentes porque as pessoas estão optando por comprar itens em quantidades menores, seja mensalmente ou a cada quinze dias.

Com isso, os minimercados são opções de compra rápida que atendem às necessidades do consumidor a qualquer momento.

Contabilidade para minimercado em Goiás

Uma das vantagens em abrir um minimercado é que, pelo tamanho do negócio, a quantidade de estoque é menor e a variedade também. Mesmo o local onde será instalado não precisa ser grande, apenas amplo o suficiente para acomodar todos os itens e equipamentos necessários.

Ter um bom faturamento é algo muito certo de ocorrer, pois como mencionado, mesmo que não tenha grande variedade, o minimercado oferecerá produtos de necessidade básica, aqueles produtos mais procurados e consumidos pela população.

Vale ressaltar que o sucesso do negócio dependerá de uma boa gestão. E com uma boa gestão, é possível ser uma grande empresa no futuro.

Mas para isso, você vai precisar de:

  • Capital inicial estimado para a área administrativa;
  • Móveis e equipamentos para área de serviço;
  • Móveis e equipamentos para açougue;
  • Móveis para área de padaria;
  • Estoque inicial;
  • Construção ou reforma de propriedade;
  • Despesas com abertura de empresa;
  • Capital de giro.

Lembre-se que os gastos podem ser menores se você não quiser inserir áreas de açougue e padaria, e optar por um modelo mais simples de contabilidade para minimercado em Goiás.

Desafio de mercado

Uma das suas grandes dificuldades será se destacar das grandes redes de hipermercados. Os valores dos produtos nos minimercados na verdade não é algo que atraia os clientes.

Portanto, o empresário terá que definir novas estratégias para conquistar o público. A proximidade com o cliente do bairro, a comodidade é o que faz os minimercados crescerem.

Portanto, investir em atendimento diferenciado para os clientes da vizinhança pode ser a peça-chave quando se trata de ganhar a confiança e a preferência do consumidor. Tente ajudar o cliente ou tenha um funcionário pronto para ajudá-lo nas compras sempre que possível.

Mantenha o local sempre limpo, arejado e preste atenção para proporcionar um ambiente aconchegante.

Localização

A localização ideal para minimercados são os bairros residenciais. Porque é onde seu cliente-alvo mora. 

Avalie a facilidade de acesso do público e as vagas de estacionamento. Instale o seu minimercado longe da concorrência, seja a primeira opção a ser considerada pelo cliente.

Como abrir um minimercado

Seu minimercado não se tornará um sucesso em um passe mágico. É preciso entender e estudar o negócio como um todo e fazer um bom planejamento.

Faça pesquisas de mercado e fique por dentro das opções concorrentes na região e como elas se relacionam na indústria.

Crie seu plano de negócios planejando e organizando suas ideias. Um bom planejamento evitará que sua empresa vá à falência no futuro, por isso é fundamental pensar na contabilidade para minimercado em Goiás.

Coloque na ponta do lápis toda a estrutura desejada do minimercado, seu tempo disponível e sua disponibilidade financeira.

A partir dessas informações, o empresário poderá visualizar o que de fato pode ser realizado ou ajustado.

Conte com a expertise e de ótimos profissionais. Nós da WR somos uma contabilidade para minimercado em Goiás, você terá aliados trabalhando por um futuro de sucesso para o seu negócio. 

QUERO OBTER SUCESSO EM MEU MINIMERCADO

5 motivos pelos quais contar com uma contabilidade para autopeças em Goiás é fundamental para o futuro do seu negócio!

Entenda como uma contabilidade para autopeças em Goiás pode ser decisiva para os resultados obtidos em seu negócio 

Abrir e gerir um negócio não é simples, independente de qual for o segmento… 

Afinal, o que não faltam são questões para cuidar que são essenciais para garantir o funcionamento e crescimento do negócio, e você, como gestor de uma autopeças, sabe bem disso. 

Contudo, uma questão muito importante é que você não precisa – e nem deve – cuidar de tudo de forma independente, pois, muitas vezes, o que seu negócio precisa para prosperar é ter os aliados certos trabalhando ao seu lado.

Por isso, hoje, vamos te apresentar motivos cruciais que mostram como ter o suporte de uma contabilidade para autopeças em Goiás é essencial. 

O papel da contabilidade para autopeças em Goiás

Por muito tempo, a visão de empresas em relação às contabilidade foi deturpada, sendo que a viam apenas como um mal necessário e cumpridora de burocracias. 

Porém, a realidade é outra e o papel de uma contabilidade para autopeças em Goiás é o de ser uma verdadeira aliada para o crescimento do seu negócio. 

E nós vamos te apresentar 5 motivos que provam isso. 

1 – Cumprimento das obrigações fiscais 

De fato, a contabilidade também cumpre com aspectos burocráticos, mas que são essenciais para que sua autopeças funcione de forma regular.

Com o suporte contábil, você tem suas obrigações fiscais em dia, bem como a garantia de ter os menores custos com isso. 

2 – Relatórios contábeis 

Além de relatórios como o DRE serem parte da suas obrigações, também são fontes de informações sobre o seu próprio negócio.

Com os relatórios que a contabilidade elabora, você tem sempre um panorama da situação do seu negócio e base para tomar melhores decisões. 

3 – Controle sobre seus números 

Uma contabilidade para autopeças em Goiás vai lidar diretamente com seus números e te oferecer dados sobre eles. 

Com isso, você consegue ter um controle muito maior dos seus custos, receitas e, assim, identificar necessidade de redução de custos, oportunidades de potencializar os lucros, entre outros. 

4 – Expertise na sua área de atuação e região 

Aqui, não estamos falando apenas de contabilidade de forma geral, mas, sim, de uma contabilidade para autopeças em Goiás. 

Ou seja, você conta com quem tem conhecimento específico sobre autopeças na sua região, tendo garantia de que tudo que for necessário estará sendo cumprindo de forma adequada.

5 – Mais tempo para focar na sua atividade 

Com uma contabilidade para autopeças em Goiás cuidando de tantos aspectos para você, se torna possível ter mais tranquilidade e liberdade para focar no funcionamento da sua autopeças. 

Dessa forma, você consegue focar em torná-la cada vez melhor e promover mais satisfação nos clientes. 

Conte com a contabilidade para autopeças em Goiás certa para você!

Nós, da WR, somos uma contabilidade para autopeças em Goiás preparada para promover tudo isso e muito mais para você. 

Com a expertise e experiência de nossos profissionais, você terá aliados trabalhando por um futuro de sucesso para o seu negócio. 

Sendo assim, não hesite em contar conosco!

QUERO AUMENTAR OS NÚMEROS E OBTER SUCESSO EM MINHA AUTOPEÇA!

Aumentar As Vendas E Dobrar O Faturamento Da Sua Loja Em 3 Meses Não É Uma Possibilidade Distante De Você. Isso Tem Que Ser Feito Hoje Mesmo! Não Perca Mais Tempo!

O seu empreendimento não está dando os lucros que você esperava… Mas, ainda há como reverter essa situação!

Sendo um empreendedor, mesmo com o cenário econômico atual, é preciso encontrar meios de manter o seu negócio aberto e operando, afinal, nada além de você mesmo irá impedir que suas portas se fechem para o comércio.

Portanto, quem consegue enxergar o caminho para sair das dificuldades que o mercado apresenta, com certeza, já está no meio do caminho para o sucesso!

E vamos te mostrar como encontrar e continuar seguindo por esse caminho!

Leia o artigo que fizemos para você, empreendedor, descobrir desse modo, como aumentar as vendas de sua loja e dobrar o seu faturamento em 3 meses!

E então, vamos lá? Boa leitura!

É Possível Aumentar As Vendas E Dobrar O Faturamento Mesmo Em Tempos De Crise Econômica?

Os tempos de crise são tempos sombrios, não há como negar…

As vendas diminuem, os incentivos financeiros são cada vez menores, as tendências de melhora ficam cada vez mais distantes e os ânimos, infelizmente, acabam sendo afetados pelo grande número de problemas financeiros. 

Afinal de contas, a crise não importa… as contas não vão parar de chegar e seus fornecedores pouco se importam se seu mês foi bom ou ruim…

Mas… 

Em meio a tantos aspectos negativos, se torna possível desenvolver estratégias claras, assertivas e eficientes para aumentar as vendas e conseguir dobrar o faturamento da sua loja em até 3 meses.

Agora você deve estar pensando que nós trouxemos “fórmulas mágicas” para aumentar as vendas e alavancar seus resultados…

Contudo, bem longe da magia, o que eu quero te apresentar é algo que sempre esteve bem na sua frente e, muito provavelmente, você nunca se deu conta pela enorme quantidade de obrigações que o empreendedorismo traz.

Sendo assim, amigo lojista, queremos que leia atentamente e visualize os enormes resultados que as estratégias a seguir vão proporcionar a você e ao seu negócio!

3 Dicas De Ouro Para Aumentar As Vendas Da Sua Loja

Aumentar as vendas em tempos de crise é possível e a gente já disse isso, mas…

Você deve, agora, estar se perguntando o que é preciso fazer para efetivar isso de uma vez por todas, e colocar o caixa da sua loja num patamar que ele nunca chegou antes, certo? 

Vamos te dar dicas de empreendedores gigantescos, aquelas mesmas que as maiores empresas de comércio varejista do Brasil usam e surtem resultados porque são feitas da forma certa. 

SIM, estamos falando de empresas como o Pão De Açúcar, Havan, Carrefour, Walmart, BIG e muitas outras que faturam milhões mensalmente.

Vamos lá?

Confira Nossas Especialidades - Contabilidade em Goiânia Goiás | WR Contabilidade e Consultoria

1 – Sua Loja Não É Nada Se Não Tiver Visibilidade!

Invista forte no marketing da sua loja e nós garantimos que, com a empresa certa ao seu lado, vai ser fácil aumentar as vendas.

O marketing é a melhor maneira de divulgar produtos, serviços e estabelecimentos comerciais utilizando estratégias de branding capazes de fortalecer a sua marca e torná-la uma grande referência no mercado varejista.

Contudo, você precisará estar muito atento, já que há uma grande necessidade de estudar à fundo o que o seu público consome e, é claro, a maneira como ele consome…

Afinal, de que adiantaria trabalhar com um público que, em geral, prefere fazer compras pela internet, não é mesmo?

2 – Localização É Tudo E Não Estamos Falando Do Lugar Onde Fica A Sua Loja!

Se pensou que iríamos falar da localização da sua loja, errou feio! 

O que queremos que entenda é que a localização dos atendentes da sua loja faz total diferença na hora de vender. 

É preciso considerar que os maiores empreendimentos do comércio varejista utilizam estratégias precisas, que permitem aos atendentes se manterem próximos o suficiente do cliente sem fazer com que ele se sinta mal ou pressionado a comprar.

O passo primordial para aumentar as vendas através desta metodologia é fazer com que todos estejam próximos o suficiente da entrada da loja para chamar clientes, além de estarem próximos o suficiente do centro do estabelecimento para, então, alcançarem os clientes mais engajados com seus produtos.

3 – A Abordagem Salva Qualquer Venda!

Abordar um cliente que está apenas conhecendo sua loja da forma errada pode – e, provavelmente, vai – ser a certeza de uma venda perdida.

Então, é de EXTREMA IMPORTÂNCIA lembrar seus colaboradores que o consumidor deverá ser abordado quando der sinais de que tem interesse por um determinado produto e… 

Quando ele disser que prefere procurar sozinho pelo produto que atende suas necessidades, deixe-o fazer isso.

Diversas lojas pelo mundo estão garantindo o aumento das vendas através das estratégias acima e isso tem dado MUITO CERTO.

Mas… 

Se você quer realmente ganhar muito dinheiro e garantir o crescimento da sua loja, dá uma olhadinha nas dicas que deixamos aqui embaixo. Tem uma que pode fazer o Governo te pagar muito dinheiro.

Você não sabia disso, não é?! 

Então, leia até o fim e saiba como garantir o crescimento que você quer!

O Que É Necessário Para Conseguir Resultados Financeiros Mais Consistentes?

Antes de compreender o que é preciso para aumentar as vendas da sua loja, é muito interessante que você entenda que absolutamente nada do que vou dizer aqui é achismo…

Tudo foi previamente testado e, se for feito pelas mãos certas e da maneira correta, você vai precisar se preparar para passar de pequeno para médio empresário e, logo após, para grande… 

Afinal de contas, nenhuma estratégia tem prazo de validade, bastam apenas alguns ajustes para te fazer crescer de maneira constante, saudável e, principalmente, seguindo tudo o que prega a lei.  

1 – Reveja O Seu Planejamento Tributário

A carga tributária é uma das maiores reclamações dos empresários e, com certeza, você não foge disso.

Repensar o planejamento tributário da sua loja é, sem dúvidas, o primeiro passo para que você consiga aumentar o seu faturamento e, se você ainda não tem planejamento tributário, você não está só perdendo dinheiro, está perdendo momentos da sua vida que poderiam ser curtidos com a sua família…

Afinal, quanto menos você ganha, mais trabalha e menos tempo tem para curtir a vida ao lado de quem ama.

O planejamento  tributário é a melhor forma de diminuir a sua carga tributária de maneira considerável e, é claro, seguindo a legalidade em todos os processos.

Além disso, economizar com impostos significa apenas uma coisa: MAIS DINHEIRO NO SEU CAIXA PARA INVESTIMENTO EM MELHORIAS QUE, CONSEQUENTEMENTE, VÃO AUMENTAR AS VENDAS.

2 – Recupere O Dinheiro Que, Provavelmente, A Receita Federal Deve A Você!

Não estamos ficando loucos! A Receita Federal pode estar devendo dinheiro a você e, pode ter certeza, é uma grana preta!

Você tem total direito de fazer a recuperação do seu crédito tributário e conseguir de volta o valor que, na maioria das vezes, chega a equivaler um mês de faturamento da sua loja.

Com isso, você vai ter todo o necessário para investir em mais funcionários, capacitação, melhores abordagens de vendas, estoque e muito mais, garantindo a saúde financeira e, consequentemente, o aumento dos seus ganhos, já que vai parar de usar o limite da conta empresarial e parar de pagar juros abusivos.

3 – Dê A Devida Atenção À Contabilidade Da Sua Loja, Somente Ela Poderá Garantir Tudo O Que Eu Disse A Você!

Tudo o que dissemos antes só pode ser feito por uma empresa contábil com muita expertise em fazer com que lojas do comércio varejista sejam capazes de aumentar as vendas e dobrar o faturamento.

Sua empresa precisa de atenção, e você precisa de alguém disposto a dar a atenção que ela precisa com muito foco em resultados.

Além disso, o controle financeiro é uma outra maneira de aumentar as suas vendas de forma garantida, uma vez que ele proporciona uma visão em 360 graus de tudo o que sua loja precisa e, ainda, é capaz de proporcionar maiores investimentos que farão com que você consiga abrir filiais que, sem dúvidas, vão te render muito dinheiro. 

Então, se você quer aumentar as vendas para ontem e ver o seu faturamento dobrar em apenas 3 meses, essa é a sua chance! Entre em contato conosco agora mesmo e garanta o rendimento que você sempre buscou para o seu dinheiro!

Não há mais tempo para esperar, vem!

Para abrir e manter uma empresa, é preciso conhecer e ter em dia todas as suas contribuições fiscais. Assim, você evita o pagamento de multas e a possibilidade de deixar o seu empreendimento fora da legalidade. Pensando em te ajudar nessa jornada, hoje iremos explicar um pouco mais sobre o ICMS.

Neste artigo, você entenderá o que é o ICMS, qual a sua importância para a sociedade e como calcular o valor que você deve pagar por cada produto e/ou serviço vendido. Confira!

O que é o ICMS?

O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) é um imposto estadual que se aplica aos transportes estaduais e interestaduais (de pessoas e cargas); serviços de comunicação; circulação de mercadorias; entrada de importados; entre outros.

Seu valor é cobrado de forma indireta, ou seja, ele já é adicionado ao preço final dos produtos e serviços sobre os quais ele incide. Além disso, o tributo só é cobrado quando o produto é vendido.

A regulamentação desse imposto é feita de forma independente por cada estado (e distrito federal), por isso, cada local tem autonomia para definir uma porcentagem única a ser cobrada.

Entretanto, existem leis em comum que devem ser seguidas por todo o país. Elas foram descritas nos Convênios ICMS e feitas pelo Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária).

Confira Nossas Especialidades - Contabilidade em Goiânia Goiás | WR Contabilidade e Consultoria

Qual a importância do ICMS?

De acordo com o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação) o ICMS é o imposto que mais contribui para os cofres públicos nacionais, compondo cerca de 18,3% do total arrecadado pelos cofres públicos.

Esse dinheiro é devolvido para a população para custear e melhorar os serviços públicos oferecidos, como transporte, saúde, educação e até mesmo para a construção e manutenção de estradas, que são o principal meio de transporte de mercadorias do Brasil, além de outras obras públicas realizadas todos os anos.

Como calcular o ICMS?

O primeiro passo para calcular o ICMS é saber qual a alíquota praticada em seu estado, além disso, também é preciso saber se o produto/serviço será vendido na mesma região. Com essas informações, o cálculo já poderá ser feito.

Veja, a seguir, como se dá a fórmula de cálculo do ICMS:

Preço do produto x Alíquota aplicada no estado ÷ 100

Exemplo: Se você está vendendo um produto que custa 200 reais, e em seu estado é praticada uma alíquota de 17%, você encontrará o valor de 3.400, que dividido por 100, dará 34. Ou seja, você deverá pagar 34 reais de ICMS.

Para situações onde existe atuação da empresa em diferentes estados, é preciso consultar a tabela de ICMS. Nela, são mostrados todos os valores referentes a alíquotas com as combinações de todas as origens e destinos de mercadorias.

A porcentagem das alíquotas pode variar conforme os anos, por isso, é preciso sempre monitorar a tabela e atualizar-se sempre que preciso.

Resumidamente, o ICMS é uma contribuição extremamente presente na vida de consumidores, comerciantes e empresários brasileiros. Aprender um pouco mais sobre ele, além de aprender a calculá-lo nos produtos/serviços que comercializa, é muito importante na hora de definir o valor ideal a cobrar pelos seus produtos e serviços.

Sistema de fluxo de caixa para loja, conheça as 4 melhores opções para o seu negócio!

Otimizar o fluxo de caixa de uma loja é um dos primeiros passos para fazer a correta gestão financeira do seu negócio.

O fluxo de caixa é a ferramenta perfeita para que você possa gerenciar os valores envolvidos na operação de sua loja, permitindo o controle necessário para as aplicações, contas bancárias, investimentos e pagamentos.

Sendo assim, a melhor maneira que você tem de melhorar a gestão financeira de sua loja, é implantar uma solução informatizada com um bom sistema de fluxo de caixa.

E para te ajudar nessa escolha, diante de tantos disponíveis no mercado, listamos para você 4 dos melhores sistemas de fluxo de caixa para sua loja, que podem melhorar o gerenciamento da rotina de seu negocio e turbinar seus processos administrativos.

Então, vamos conhecê-los?

1 – Gestão Click

Esse é um sistema de fluxo de caixa que oferece, além suporte multiplataforma e atendimento personalizado, itens de gestão como:

  • Controle financeiro de entradas e saídas.
  • Controle de orçamentos.
  • Organização de estoque.
  • Emissão de nota fiscal eletrônica.
  • Gerenciamento de comissão.
  • Distribui funcionalidades de modo intuitivo e bem organizado.

2 – Acompanha-Me

O software Acompanha-Me foi desenvolvido pelo Sebrae e é dedicado especialmente a empreendedores de médio e pequeno porte.

Nele, você encontra funcionalidades como contas a pagar e receber, controle de receitas e fluxo de caixa para realizar uma ótima gestão financeira.

3 – eGestor

Outro programa de fluxo de caixa para comércio, que, inclusive, você pode testar gratuitamente antes de decidir por ele, é o software da eGestor.

Esse sistema oferece para você recursos como:

  • Controle financeiro.
  • Controle de estoque.
  • Fluxo de caixa.
  • Gestão de tarefas.
  • Ordens de serviço, entre outras.

Agora, você já imaginou ter todas as informações da sua loja disponíveis em qualquer horário e lugar que estiver?

Portanto, conte com o eGestor! Pois você pode acessá-lo totalmente online, de modo seguro e confiável, basta ter acesso à internet.

4 – ConnectPlug

Com o ConnectPlug você tem bons recursos de fluxo de caixa.

Sendo assim, esse sistema de fluxo de loja gera relatórios detalhados e apresenta recebíveis e pagamentos futuros.

Além desses, o sistema emite nota fiscal, faz controle de estoque, gera pedidos e conta com frente de caixa.

Portanto, usar bons sistemas de fluxo de caixa para loja permite:

  • Garantir o pagamento de qualquer conta dentro do prazo, evitando juros e multas.
  • Possibilita analisar a inadimplência e tomar as devidas providências para cobrança.
  • Garante também ter condições financeiras para o atendimento de todas as necessidades da sua loja.

E qual o resultado em usar um desses 4 melhores sistemas de fluxo de caixa em sua loja? 

Mais agilidade no dia a dia da sua loja e maior controle de gastos!

Então não perca mais tempo e venha conversar com nossa contabilidade para comércio sobre a implantação do fluxo de caixa em seu estabelecimento. 

O contador competente vai te orientar sobre as melhores formas de implantação e sobre todos os detalhes necessários para que você tenha total controle sobre as finanças da sua loja!

Ficaremos felizes em poder te ajudar!

Confira Nossos ServiÇos Min 1 - Contabilidade em Goiânia Goiás | WR Contabilidade e Consultoria